terça-feira, 7 de agosto de 2012

Cuidados a ter na praia

Há coisas que nunca vou compreender. Este Verão, fomos à praia umas três ou quatro vezes, mas só este sábado é que fizemos praia a sério. Todas estas visitas à praia tiveram um facto em comum: pessoas, incluindo crianças, totalmente expostas ao sol nas horas de maior incidência solar, sem guarda-sol, chapéu ou T.shirt!

Este é o tipo de situação que me tira do sério! Apetece-me intervir, junto dos pais (que supostamente devem proteger as crianças), e alertá-los para o perigo a que as crianças estão a ser sujeitas.

Para quem não sabe, este ano (e seguintes), o Sol imite radiação com maior intensidade, devido a um período de maior actividade que ocorre, em média, a cada 11 anos. Há que redobrar os cuidados. Uma das consequências da exposição solar prolongada, é o cancro da pele

Cuidados a ter

Evitar a exposição solar directa, entre as 10-17h, embora, este horário varie. Porém, um bom método para sabermos que não há perigo, é através da nossa sombra, ou seja, se esta for maior que nós, podemos estar à vontade ao sol, usando sempre protector solar. 
Usar protector solar com índice de protecção solar igual, de preferência, superior a 30 e, deve estar dentro da validade (ver na embalagem). Nós usamos 50. 

O protector solar deve ser renovado a cada duas horas, caso esteja exposto(a) ao sol, se estiver molhado(a) ou se transpirar muito.
No período de maior incidência solar, deve-se usar chapéu e T-shirt e, estar debaixo do guarda-sol.

Usar óculos de sol.  A exposição aos raios Ultra Violeta (UV), são a principal causa de cataratas nos olhos. O uso de óculos de sol ajuda a prevenir este problema. Mas atenção à escolha dos óculos, nem todos protegem devidamente. Para as crianças, podem encontrar nas lojas Chicco uma vasta oferta de óculos com protecção UV, por cerca de 12-15€.
Há uns tempos, vi num documentário da National Geographic: "A viagem pelo corpo humano", que no fim da vida, o ser humano tem os olhos amarelados, devido aos raios UV.

Outros conselhos

Evite levar para a praia iogurtes, bolos com creme ou outros alimentos que se possam estragar com o calor. As refeições devem  ser sempre leves. Ao longo do dia, deve-se beber água, para manter a hidratação. 

A praia pode ser muito benéfica e saudável, pois ajuda a tratar e curar algumas doenças, tais como, pé raso, sinusite e bronquite. O Sol ajuda a fixar a vitamina D, e fortalece os ossos. A água do mar estimula a circulação sanguínea e os vasos linfáticos. 

Há que tirar partido do melhor que a praia nos pode oferecer, sem estragar tudo, no que respeita à exposição solar.

12 comentários:

Anabela (Aproveitar a Vida) disse...

Se soubesses a quantidade de vezes que me apetece dar um estalo a muita gente, nem te digo. Mando assim umas postas de pescada para o ar a ver se alguém tem vergonha na cara. Principalmente quando estou a sair da praia pelas 12h (e isto num local onde nunca está grande calor) e vejo pessoas estúpidas a chegar...com crianças e sem um único chapéu!!!

Enfim...

Bjs

Paulo Nunes disse...

É pá... esse horário é muito alargado! eu diria das 11:30 às 16:00. Para as praias que vou.. chegar lá as 8h da manhã ainda se apanha uma constipação. mas a minha filha anda sempre nos 1º dias de 50... depois passa a 30 e chega! mais proximo das 11:00 veste t-shirt!

spedro disse...

Muita gente pensa que os problemas que uma insolação provocam só acontecem aos outros e que o bronze é mais importante que o que quer que seja, senão não tem como provar que andaram de papo para o ar...
O que tu dizes da sombra ser maior achei muito interessante e tem a sua lógica e fiquei a aprender com o teu post.
Beijinhos e boa praia ;o)

Ana disse...

Anabela
Como te compreendo, tenho a mesma vontade...

Paulo
Já li 10-16h e 11-17h. Na última sessão da Bebéteca, convidaram uma enfermeira para falar sobre a segurança na praia e no carro, e ela falou nisso, que varia muito e que o ideal é prevenir (das 10, às 16-17h). Claro que, ninguém morre se apanhar uns minutos de sol nessa hora, se for à água por exemplo, mas nunca devemos descurar o uso do protector solar, e se estiver mais de dez minutos ao Sol, começa a ser perigoso.

spedro
O problema é mesmo esse, as pessoas pensam que é só acontece aos outros, mas nós também somos os outros. E há coisas que não valem a pena, ter um cancro só porque queria ser mais morena.

Obrigada pela visita :)

PINTA ROXA disse...

Com tanta informação que há é incrivel como pessoas não se protegem e pior ainda quando há crianças....

Mafalda. disse...

Eu ainda não posso ir para a praia com a minha Lila porque ela só tem 2 meses, provavelmente só para o ano é que lá colocarei os pés. Saio com ela, vamos dar passeios, vamos ao parque, vamos a esplanadas e ela mesmo tem a sombrinha no carrinho, chapéu e tendo fraldinhas a fazer sombra eu sempre que saio com ela coloco-lhe o protector solar. Podem chamar-me o que quiserem mas prefiro prevenir que remediar.
Gostei muito das tuas dicas, só é pena é que a maioria das pessoas não as tenham em conta quando vão para a praia com os filhotes.

beijinho *

AvoGI disse...

Podes crer ANA, tb vi cenas dessas!
e fico perpelxa! parece que as maes querem os seus filhos bronzeados e atão colocam-nos ao sol. ainda hoje na tv estava a dar o concurso de construçoes na areia em pleno dia ao sol abrasador
kis >:=(

Ana disse...

Pinta Roxa
É precisamente por isso que fico indignada, não é por falta de informação.

Mafalda
Ainda bem que és uma mãe responsável, no primeiro Verão que fui mãe, o Diogo tinha 9 meses, quando foi à praia. Sempre que saia, também lhe colocava o protector solar, tal como na Sara.

AvoGi
Parece que há pessoas que estão dispostas a pagar um preço muito alto em prol de uma pele mais bronzeada, enfim!

Beijinhos

dee disse...

Ainda no sábado estive na praia da mata e só chegamos as 13, logo aseguir chegou um casal com um bebé e mais dois filhos. Hora ideal para levar crianças à praia...

Cláudia disse...

Bons conselhos!

Realmente e apesar de não ter filhos, faz-me também muita confusão ver bebés na praia com o calor que tem estado... Meu deus =S

Jorge Costa Reis disse...

Nem imaginam o que eu tenho visto entre os estrangeiros aqui no Algarve. Queimaduras com bolhas do tamanho do meu punho fechado. De arrepiar, pobres crianças.
Mas há uma coisa que eu ponho em dúvida: o benefício dos tais óculos protectores.
Lembrem-se da protecção, está certo. Mas lembrem-se também da visão dos vossos filhos. Muito cuidado com as lentes. Como serão essas lentes nos óculos de 12-15 € ????????
Cuidado com isso Ana.
Abraço
Jorge

Ana disse...

Jorge
Quando vi os óculos pela primeira vez, também desconfiei. Entretanto vi-os à venda em farmácias (mais caro em média 2€), e foi lá que tirei as dúvidas, com o farmacêutico.
Neste momento não tenho o folheto que se encontrava no interior da caixa, mas recordo-me que fiquei convencida (na altura) com o que li.

Obrigada e um beijinho.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...