terça-feira, 25 de outubro de 2011

Apresento-vos...

A primeira obra de arte da minha filha!
Gostaram?
Eu não!

 Acho que já perceberam porquê.

Quanto à festa, correu muito bem! Obrigada a todas pelos votos. Quero ver se esta semana consigo fazer um post sobre a festa e outro sobre os convites. Como já disse aqui, no que respeita ao tempo, está muito mau para o meu lado.
Ficam aqui os foguetes, uma das partes mais divertidas da festa!


sábado, 22 de outubro de 2011

Não consegui...

... fazer tudo hoje, tal como planeei. Já fiz um pão e iogurtes. Para a festinha do meu filhote, fiz apenas as gelatinas, mousse de chocolate, uma tarte de queijadinha e o nosso bolo de chocolate preferido (quase, quase, pronto). Amanhã faço o resto, estou completamente exausta. Já não posso ver panelas e afins à minha frente!

Agora vou dormir, pois amanhã, daqui a pouco, espera-me um dia muito preenchido: uma festa à tarde, para os amigos do meu filho, e outra à noite, para a família.

Enquanto trabalhava, estive a ouvir a música, para variar. Já não ouvia esta, que adoro, há tanto tempo... Aposto que vocês também não. Espero que gostem deste recuerdo!


Boa noite e bom fim-de-semana :)

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Estou em falta!

Eu sei que estou em falta, e sinto-me muito mal com isso. Se há coisa que faço com gosto, porque sou assim e porque me sinto grata, é retribuir visitas e comentários, e claro, responder tão breve quanto possível aos comentários aqui no blog.

Ando muito cansada e com muito trabalho. Ontem, faltei à formação, para pôr o trabalho em dia. Estive quase todo o dia à frente do computador, e no fim, já não tinha paciência para ler e escrever mais.
Esta semana, também houve dois dias especiais cá em casa para celebrarmos, como podem confirmar nos dois posts anteriores. Além disso, ando numa azáfama a preparar a festa do D., que vai ser já amanhã.

Também estou em falta com selos e desafios, já são tantos, a colecção não pára de aumentar! Tenho sempre a responsabilidade de os publicar por ordem de chegada. Como tenho alguns em atraso,  não estou a publicar os mais recentes. Acho que vou fazer "batota" e espero que me perdoem! Ou seja, publicar primeiro os selos que não têm desafios, e depois os selos com desafios, para não acumular. 

Espero, para o fim da próxima semana colocar leituras, visitas e comentários em dia.

Beijinhos a todas e um excelente fim-de-semana :)


quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Parabéns meu amor ♥

Desde há sete anos (nem acredito que já passaram sete anos) que a minha vida é mais feliz, mais completa.
Obrigada por tudo o que me dás, por me fazeres sorrir todos os dias e me fazeres sentir que vale a pena viver.
Obrigada por existires e por fazeres parte da minha vida. Tenho muito orgulho em ser tua mãe.
Adoro quando dizes: - "A mamã é só minha, e se algum dia quiseres ser de alguém, lembra-te que és só minha e de mais ninguém!"
Amo-te muito, meu amor ♥


Dedico-te a tua música favorita ;)

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Bodas de Marfim ♥

Foi há catorze anos que prometemos ser fiéis, amarmo-nos e respeitarmo-nos,  na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, todos os dias da nossa vida.

Para (parte) da família: éramos umas crianças, não sabíamos o que estávamos a fazer.
Para alguns amigos: estávamos a precipitarmo-nos, ainda éramos muito jovens.
Para os outros (más línguas): estava grávida.
Para nós: que sabíamos bem o que sentiamos, só queríamos estar sempre juntos, e ao fim de todo este tempo, ainda partilhamos o mesmo sentimento, e cumprimos religiosamente aquilo que prometemos.

Obrigada por fazeres parte da minha vida, obrigada por tudo o que me ensinaste, obrigada por me protegeres, por fazeres (quase) tudo por mim, por teres aceite o meu pedido de casamento, e acima de tudo, obrigada por me fazeres muito feliz :))

♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ Amo-te muito ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥


♥ Para ti, meu amor ♥

O Zé

Mais um e-mail que recebi e partilho para que possam reflectir. Acaba por ser a continuidade do post anterior, caso o mesmo não tenha sido bem interpretado.

"Vale a pena pensar nisto... e agir em conformidade.

O Zé, depois de dormir numa almofada de algodão (Made in Egypt),  começou o  dia bem cedo, acordado pelo despertador (Made in Japan) às 7h da manhã.
Depois de um banho com sabonete (Made in France) e enquanto o  café  (importado da Colômbia) estava a fazer na máquina (Made in  Chech Republic), barbeou-se com a máquina eléctrica (Made in China). 
Vestiu uma camisa (Made in Sri Lanka), jeans de marca  (Made in Singapore) e um relógio de bolso (Made in Switzerland).
Depois de preparar as torradas de trigo (produced in USA)  na sua torradeira (Made in Germany) e enquanto tomava o café numa chávena  (Made in Spain),  pegou na máquina de calcular (Made in  Korea) para ver quanto é que poderia  gastar nesse dia e consultou a Internet no seu computador (Made in  Thailand) para ver as previsões meteorológicas.
Depois de ouvir as notícias pela rádio (Made in India), ainda bebeu um sumo  de laranja (produced in Israel), entrou no carro Saab (Made in Sweden) e continuou à procura de emprego.
Ao fim de mais um dia frustrante, com muitos contactos feitos através do  seu telemóvel (Made in Finland) e, após comer uma pizza (Made in  Italy), o Zé decidiu relaxar por uns instantes.
Calçou as suas sandálias (Made in Brazil), sentou-se num sofá (Made  in Denmark), serviu-se de um copo de vinho (produced in Chile), ligou a TV  (Made in Indonesia) e pôs-se a pensar porque é que não conseguia encontrar  um emprego em PORTUGAL...

Estima-se que se cada português consumir  150€ de  produtos nacionais, por ano, a economia cresce acima de todas as  estimativas e,  ainda por cima, cria postos de trabalho.
Dê preferência aos produtos de fabrico Português. Se não sabe quais são,  verifique no código de barras. Todos os produtos produzidos em Portugal começam por 560."

 (Desconheço o autor)

Neste caso, assenta como uma luva a célebre frase de John F. Kennedy: "Não perguntes o que é que o teu país pode fazer por ti, mas sim, o que é que tu podes fazer pelo teu país?”

sábado, 15 de outubro de 2011

Muito interessante

Recebi por e-mail, e achei pertinente partilhar.

Portugal afundou. Quer que aconteça um milagre económico no nosso país?

 Imagem: daqui
Então deixe-se de seguir dissertações de economistas ao serviço de interesses, que não os nossos! Não se deixe mais manipular pelo marketing. Faça aquilo que os políticos, por razões óbvias, não lhe podem recomendar sequer, mas que individualmente você pode fazer: torne-se PROTECCIONISTA da nossa economia!

Para isso:
Imagem: daqui
1. Experimente comprar preferencialmente produtos fabricados em Portugal. Experimente começar pelas idas ao supermercado (carnes, peixe, legumes, bebidas, conservas, preferencialmente, nacionais). Experimente trocar, temporariamente, McDonald's, ou outra qualquer cadeia de fastfood, pela tradicional tasca portuguesa. Experimente trocar a Coca-Cola à refeição, por uma água, um refrigerante, ou uma cerveja sem álcool, fabricada em Portugal. Beba apenas vinho Português!

2. Adie por 6 meses a 1 ano todas as compras de produtos estrangeiros, que tenha planeado fazer, tais como automóveis, TV e outros electrodomésticos, produtos de luxo, telemóveis, roupa e calçado de marcas importadas, férias fora do país, etc., etc..

Portugal afundou, somos enxovalhados diariamente por considerações e comentários mais ou menos jocosos vindos de várias paragens, mas em particular dos países mais ricos.
Olham-nos como um fardo pesado incapaz de recuperar e de traçar um rumo de desenvolvimento. Agora, mais do que lamentar a situação, cabe-nos dar a resposta ao mundo mostrando de que fibra somos feitos para podermos recuperar a nossa auto-estima e o nosso orgulho. Nós seremos capazes de ultrapassar esta situação difícil. Vamos certamente dar o nosso melhor para dar a volta por cima, mas há atitudes simples que podem fazer a diferença.

O desafio: é durante seis meses a um ano evitar comprar produtos fabricados fora de Portugal. Fazer o esforço, em cada acto de compra, de verificar as etiquetas de origem e rejeitar comprar o que não tenha sido produzido em Portugal, sempre que existir alternativa.
Desta forma, estaremos a substituir as importações que nos estão a arrastar para o fundo e apresentaremos resultados surpreendentes a nível de indicadores de crescimento económico e consequentemente de redução de desemprego. Há quem afirme que bastaria que, cada português, substituísse em somente 100€ mensais as compras de produtos importados, por produtos fabricados no país, para que o nosso problema de falta de crescimento económico ficasse resolvido.
Representaria para a nossa indústria, só por si, um acréscimo superior a 12.000.000.000 de euros por ano, ou seja uma verba equivalente à da construção de um novo aeroporto de Lisboa e respectivas acessibilidades, a cada 3 meses!!!

Este comportamento deve ser assumido como um acto de cidadania, como um acto de mobilização colectiva, por nós, e, como resposta aos povos do mundo que nos acham uns coitadinhos incapazes. Os nossos vizinhos espanhóis há muitos anos que fazem isso. Quem já viajou com espanhóis sabe que eles, começam logo por reservar e comprar as passagens, ou pacote, em agencia espanhola, depois, se viajam de avião, fazem-no na Ibéria, pernoitam em hotéis de cadeias exclusivamente espanholas (Meliá, Riu, Sana ou outras), desde que uma delas exista, e se encontrarem uma marca espanhola dum produto que precisem, é essa mesma que compram, sem sequer comparar o preço (por exemplo em Portugal só abastecem combustíveis Repsol, ou Cepsa). Mas, até mesmo as empresas se comportam de forma semelhante! As multinacionais espanholas a operar em Portugal, com poucas excepções, obrigam os seus funcionários que se deslocam ao estrangeiro a seguir estas preferências e contratam preferencialmente outras empresas espanholas, quer sejam de segurança, transportes, montagens industrias e duma forma geral de tudo o que precisem, que possam cá chegar com produto, ou serviço, a preço competitivo, vindo do outro lado da fronteira. São super proteccionistas da sua economia! Dão sempre a preferência a uma empresa ou produto espanhol! Imitemo-los nós no futuro!

Divulgue este texto. Quando a onda pegar, vamos safar-nos. Será um primeiro passo na direcção certa!
Viva Portugal.
(desconheço o autor deste texto)

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Uma noite inesquecível

Continuação deste post (com 8 dias de atraso)... no dia seguinte, rumei a Coimbra na companhia de dois casais que, curiosamente, estiveram ao meu lado no último concerto dos U2 em Alvalade no dia 14 de Agosto de 2005.

Ao contrário de sábado (dia 2), que esteve um lindo dia de sol, no domingo, no que respeita ao clima, estava fresco e chovia, parecia Outubro. Eu estava a ficar preocupada, pois não conhecia as condições do estádio. Na hora de entrar, separei-me da L. e do M. que foram juntamente com o casal amigo deles, para a zona oposta à do palco. E eu, tcham, tcham... para minha surpresa (já sabia que ia para a zona VIP), fiquei muito próxima do palco. Via-se muito bem, fiquei deslumbrada.
Pouco depois, comecei a ficar um pouco triste, por estar sozinha, por ser domingo e estar separada da minha família.
Foram mais de 5 horas à espera do tão desejado momento. Vi o estádio a encher, ao mesmo tempo que anoitecia. Antes da entrada da banda, o momento alto, não foi a actuação dos Interpol (grande seca) mas a música "Enola gay" dos OMD (gravada). Ainda se lembram dela? Pôs toda a gente a cantar e a dançar.

Quando chegou finalmente o tão esperado momento, a entrada de Bono e companhia no estádio, começou a tocar "Space oddity" de David Bowie, foi a loucura.
Entretanto, reparei que na minha bancada estava toda a gente a levantar-se e a olhar para a direita. Foi então que percebi que os U2 iam passar perto de mim, mesmo à minha frente, foi o delírio vê-los tão perto, parecia uma adolescente no concerto da sua boysband favorita :))

O concerto foi magnífico! Foram 2 horas e alguns minutos a ouvir a banda sonora da minha vida, a cantar, a dançar, feliz, emocionada... foi indescritível, inesquecível. Mas, quase no início, apanhei um grande susto que me deixou de coração nas mãos. No início da actuação de Magnificent, Bono sentiu-se bastante mal, tentou, mas só cantou pouco mais que metade da música. Parece que nem toda a gente percebeu, pois os meus amigos, que estavam longe, pensaram que ele estava apenas sem voz, mas foi mais do que isso, ele queixava-se da barriga. Depois de beber muita água, lá conseguiu recompor-se e acabou de cantar a música, e tudo correu bem, ou melhor, muito bem. Estas foram as músicas que os U2 tocaram:

Alinhamento, 360º Coimbra 3/10/2010:
Return of the stingrayt guitar
Get on your boots
Magnificent
Mysterious Ways / Can't stand the rain
Elevation
I still haven´t found what I'm looking for
Boy falls from the sky
In a little while
Vertigo
I'll go crazy if I don´t go crazy tonight
MLK
Walk on / You'll never walk alone

Encore(s)
One
Amazing Grace / Where the streets have no name
Moment of surrender

As fotos que tirei têm pouca qualidade, pois foram tiradas com a câmara de vídeo. Também filmei, mas ainda tenho que descobrir se é possível colocar vídeos no blog sem ter que colocar primeiro no YouTube. E não tenho tido muito tempo.

Foi o melhor que consegui. (Os vídeos ficaram com mais qualidade.)




O S. Pedro foi muito generoso, pois não deixou que chovesse durante o concerto, apenas no fim da última música Moment of surrender. Foi então que Bono começou a cantar Singing in the rain. Terminou de uma forma emocionante com toda a gente a cantar, foi indescritível.

Eu sei que é pedir muito, mas, eu quero ir ao próximo concerto dos U2!

Agora digam lá, acham que uma fã como eu, merecia ter ficado à porta do estádio?

(Só não tenho posteres na parede, pois já tenho idade para ter juízo! Acho eu :))

domingo, 9 de outubro de 2011

Brevemente...

...numa fatia de pão, perto de mim ;)

Obrigada sogra pelas abóboras :) Obrigada maridinho por fazeres o melhor doce de abóbora (o meu preferido) do mundo!

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Peço desculpa!

Não, não me esqueci de dar continuidade a este post, conforme prometi. O ideal, seria publicá-lo no dia 3, mas infelizmente a falta de tempo não permitiu. Agora parece que nem faz muito sentido, mas vou publicar na mesma. Já está quase pronto, mas está a dar trabalho, pois quero que esteja à altura da situação, e acreditem ou não, é mais difícil do que parece. Além disso, quero ver se consigo editar o filme que fiz, e isso leva algum tempo. Também não sei se vai ser possível inserir o vídeo no post, sem ser do YouTube (não tenho conta no YouTube). Tenho ainda muitas fotos para seleccionar e estou muito indecisa (pela falta de qualidade).
Mas vou publicar, claro que sim, é só uma questão e tempo!

Beijinhos e bom fim de semana :)

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Parece que...

... já anda tudo calmo com o Blogger. Será que já posso repôr os blogges que sigo na sidebar? Alguém que tenha sido forçado a removê-los devido ao malware, depois de tudo  resolvido, voltou a repôr os blogues, sem problemas?
Muito obrigada :)

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Tenho que investigar...


... se as escovas de dentes dos meus filhos são usadas em exclusivo na escovagem dos dentes, ou em outra coisa qualquer (espero bem que não)!

Recomenda-se a substituição da escova de dentes a cada três meses, mas as escovas dos meus filhos têm que ser substituídas todos os meses. Acreditem ou não, ambas as escovas têm apenas um mês de uso.

domingo, 2 de outubro de 2011

Há um ano atrás...

... tive um dos dias mais angustiantes de 2010. Queria tanto, mas tanto ir ao concerto dos U2 e não conseguia arranjar bilhete. Quando os bilhetes foram postos à venda, estava grávida de oito meses e de baixa médica. Obviamente, não podia ir para a fila e o meu marido também não, pois tinha de cuidar de mim e do D.
Algumas semanas antes do concerto realizaram-se muito passatempos para oferecer bilhetes. Concorri a tudo, e não ganhei nada :(
Meti apelos no Facebook e só me apareciam propostas indecentes e a maior parte delas só me perguntavam quanto é que eu oferecia. Quase todas as propostas tinham apenas um bilhete, ou um para cada dia, e eu queria dois para o mesmo dia.

Sem alternativas, decidimos, eu, o meu marido e um casal amigo, ir a Coimbra no sábado dia 2. Sempre era melhor ouvir o concerto à porta do estádio, do que nada.

Por volta das 14 horas, chegámos a Coimbra. As estradas estavam cortadas perto do estádio, e tivemos que deixar o carro bem longe. Lá fomos a caminhar até ao DolceVita. Quando estávamos a chegar começámos a ouvir o som da guitarra, era o The Edge a tocar, não restavam dúvidas. E eu, comecei logo a chorar, não aguentei a emoção, de os ouvir e de saber que não ia estar lá dentro. O meu marido, sempre positivo, só dizia: - "Ainda vamos conseguir, estou cá com uma fé!" E eu... chorava.

Ainda estivemos a ouvir o som algum tempo e o meu desespero aumentava. Fomos comer e andámos a fazer compras no Centro Comercial, à espera que a noite chegasse. Entretanto, tive que ir ao Jumbo comprar iogurtes para a S.. Quando lá entrámos, o meu marido reparou num cartaz ao lado das cervejas que anunciava um passatempo. Compre 20€ em cerveja Super-Bock, preencha o cupão com os seus dados e junte uma frase com as palavras Jumbo e U2.

O meu marido ficou completamente entusiasmado, e eu fiquei toda arrepiada. Depois, "acordei" e disse: - "Uma frase? Eu não sei fazer frases." Entretanto, reparei que o concurso fechava às 17h30 e eram 17h15. Comecei a ficar nervosa e chorei, outra vez. O meu marido, sempre com uma atitude positiva, começou a pensar, escreveu o início da frase e eu, o fim.
Faltavam 5 minutos para o fim do concurso quando entregámos o cupão. Muito nervosa perguntei à funcionário do balcão quando é que saberia a resposta e ela disse que seria por volta das 18h.

Fui dar o iogurte à S. e o meu maridinho, coitado, foi ao carro, mais ou menos 2km ir e vir, levar dois grandes sacos cheios de cerveja, um peso enorme, nem imaginam. 

Entretanto, às 17h45, o meu telemóvel toca. Eu vejo um número desconhecido com o indicativo de Coimbra. Nem queria acreditar, tremia que sei lá, as pernas perderam a força, mas os braços não. Atendi. Perguntaram por mim e disseram que era do Jumbo do Dolce Vita. Eu só disse: - "Sim?" Do outro lado, anunciaram que tinha ganho o bilhete.
Nem conseguia acreditar, só me apetecia pular, gritar e abraçar e beijar o meu marido que estava longe de mim no momento. O D. disse repetidas vezes: - "Vês mamã, eu disse-te: pensa no que tu queres. Vês, conseguiste!" (Tão querido). Nem aguentei, liguei logo para o meu marido.

Quando chegou, fomos ao balcão do Jumbo levantar o bilhete, apenas um, essa foi a parte mais triste, pois o M. merecia estar lá comigo, não só porque também é fã, mas por tudo o que fez por mim. Estava tão emocionada, que a funcionária também ficou emocionada. Saí de lá a chorar, outra vez, mas com um sorriso de orelha a orelha.

Fomos jantar e entretanto, chegaram os nossos amigos. Ficaram surpresos com o que aconteceu. Arranjámos um local, onde se ouvia bem, e o que conseguiamos ver era isto:




No dia seguinte, fui ter a casa da madrinha da S., que me deu boleia para Coimbra. Enquanto esperava por ela, tirei esta foto de propósito para publicar no perfil do Facebook, para certas pessoas verem. Principalmente para um dos rapazes que me fez uma proposta, que recusei, e ele respondeu ironicamente: - "Boa sorte! Pode ser que te ofereçam o bilhete."

E não é que tive sorte, e ofereceram mesmo!

Não costumo ser mazinha, mas apeteceu-me fazer isto, depois de tudo o que passei e como forma de agradecimento (colado e copiado do meu Facebook do dia 4 de Outubro de 2010):

O bilhete mais desejado, veio parar à minha mão, quase por magia :))

Fiz questão de publicar esta foto, como forma de agradecimento ao Jumbo do Dolce Vita Coimbra e à Unicer que promoveram o passatempo e atribuíram dois bilhetes.

Um enorme obrigada ao Jumbo e à Unicer, jamais esquecerei o que fizeram por mim.
Um especial obrigada ao meu maridinho, por ter escrito a frase vencedora, por me ter oferecido o bilhete e, acima de tudo, por me ter aturado nestas últimas semanas, acredito que fui insuportável. Nem o meu marido tem noção do verdadeiro significado que os U2 têm para mim.

Ah! O concerto? Indescritível e inesquecível. Estive a 20 metros do Bono :)) Yupi!


Continua...

Comentários SPAM

Hoje recebi dois comentários SPAM. Achei estranho, pois ambos os blogs são fidedignos, e publiquei os comentários. Agora, ao visitar alguns blogs, pelo menos os que me lembro de ter deixado comentários ontem e hoje, reparei que os mesmos não foram publicados. Se não me estou a esquecer de nenhum, foram: Ratinho de Laboratório, Diário de uma mãe e de uma princesa feliz, Eu também tenho um blog, Dama das Caméliaszenchemistry e Home alone not 2.

Se não for pedir muito, podem verificar se os meus comentários foram parar ao SPAM? E se foram, alguém me sabe dizer o que fazer?
Muito obrigada!

sábado, 1 de outubro de 2011

Um mês muito especial

O mês de Outubro é um mês muito especial cá em casa. Foi o mês em que comecei a namorar com o meu marido. Um ano e oito dias depois casámos. Sete anos e um dia depois fomos pais pela primeira vez.

Como podem ver, em apenas oito dias, tenho três boas razões para comemorar.

Bem-vindo Outubro
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...