domingo, 2 de outubro de 2011

Há um ano atrás...

... tive um dos dias mais angustiantes de 2010. Queria tanto, mas tanto ir ao concerto dos U2 e não conseguia arranjar bilhete. Quando os bilhetes foram postos à venda, estava grávida de oito meses e de baixa médica. Obviamente, não podia ir para a fila e o meu marido também não, pois tinha de cuidar de mim e do D.
Algumas semanas antes do concerto realizaram-se muito passatempos para oferecer bilhetes. Concorri a tudo, e não ganhei nada :(
Meti apelos no Facebook e só me apareciam propostas indecentes e a maior parte delas só me perguntavam quanto é que eu oferecia. Quase todas as propostas tinham apenas um bilhete, ou um para cada dia, e eu queria dois para o mesmo dia.

Sem alternativas, decidimos, eu, o meu marido e um casal amigo, ir a Coimbra no sábado dia 2. Sempre era melhor ouvir o concerto à porta do estádio, do que nada.

Por volta das 14 horas, chegámos a Coimbra. As estradas estavam cortadas perto do estádio, e tivemos que deixar o carro bem longe. Lá fomos a caminhar até ao DolceVita. Quando estávamos a chegar começámos a ouvir o som da guitarra, era o The Edge a tocar, não restavam dúvidas. E eu, comecei logo a chorar, não aguentei a emoção, de os ouvir e de saber que não ia estar lá dentro. O meu marido, sempre positivo, só dizia: - "Ainda vamos conseguir, estou cá com uma fé!" E eu... chorava.

Ainda estivemos a ouvir o som algum tempo e o meu desespero aumentava. Fomos comer e andámos a fazer compras no Centro Comercial, à espera que a noite chegasse. Entretanto, tive que ir ao Jumbo comprar iogurtes para a S.. Quando lá entrámos, o meu marido reparou num cartaz ao lado das cervejas que anunciava um passatempo. Compre 20€ em cerveja Super-Bock, preencha o cupão com os seus dados e junte uma frase com as palavras Jumbo e U2.

O meu marido ficou completamente entusiasmado, e eu fiquei toda arrepiada. Depois, "acordei" e disse: - "Uma frase? Eu não sei fazer frases." Entretanto, reparei que o concurso fechava às 17h30 e eram 17h15. Comecei a ficar nervosa e chorei, outra vez. O meu marido, sempre com uma atitude positiva, começou a pensar, escreveu o início da frase e eu, o fim.
Faltavam 5 minutos para o fim do concurso quando entregámos o cupão. Muito nervosa perguntei à funcionário do balcão quando é que saberia a resposta e ela disse que seria por volta das 18h.

Fui dar o iogurte à S. e o meu maridinho, coitado, foi ao carro, mais ou menos 2km ir e vir, levar dois grandes sacos cheios de cerveja, um peso enorme, nem imaginam. 

Entretanto, às 17h45, o meu telemóvel toca. Eu vejo um número desconhecido com o indicativo de Coimbra. Nem queria acreditar, tremia que sei lá, as pernas perderam a força, mas os braços não. Atendi. Perguntaram por mim e disseram que era do Jumbo do Dolce Vita. Eu só disse: - "Sim?" Do outro lado, anunciaram que tinha ganho o bilhete.
Nem conseguia acreditar, só me apetecia pular, gritar e abraçar e beijar o meu marido que estava longe de mim no momento. O D. disse repetidas vezes: - "Vês mamã, eu disse-te: pensa no que tu queres. Vês, conseguiste!" (Tão querido). Nem aguentei, liguei logo para o meu marido.

Quando chegou, fomos ao balcão do Jumbo levantar o bilhete, apenas um, essa foi a parte mais triste, pois o M. merecia estar lá comigo, não só porque também é fã, mas por tudo o que fez por mim. Estava tão emocionada, que a funcionária também ficou emocionada. Saí de lá a chorar, outra vez, mas com um sorriso de orelha a orelha.

Fomos jantar e entretanto, chegaram os nossos amigos. Ficaram surpresos com o que aconteceu. Arranjámos um local, onde se ouvia bem, e o que conseguiamos ver era isto:




No dia seguinte, fui ter a casa da madrinha da S., que me deu boleia para Coimbra. Enquanto esperava por ela, tirei esta foto de propósito para publicar no perfil do Facebook, para certas pessoas verem. Principalmente para um dos rapazes que me fez uma proposta, que recusei, e ele respondeu ironicamente: - "Boa sorte! Pode ser que te ofereçam o bilhete."

E não é que tive sorte, e ofereceram mesmo!

Não costumo ser mazinha, mas apeteceu-me fazer isto, depois de tudo o que passei e como forma de agradecimento (colado e copiado do meu Facebook do dia 4 de Outubro de 2010):

O bilhete mais desejado, veio parar à minha mão, quase por magia :))

Fiz questão de publicar esta foto, como forma de agradecimento ao Jumbo do Dolce Vita Coimbra e à Unicer que promoveram o passatempo e atribuíram dois bilhetes.

Um enorme obrigada ao Jumbo e à Unicer, jamais esquecerei o que fizeram por mim.
Um especial obrigada ao meu maridinho, por ter escrito a frase vencedora, por me ter oferecido o bilhete e, acima de tudo, por me ter aturado nestas últimas semanas, acredito que fui insuportável. Nem o meu marido tem noção do verdadeiro significado que os U2 têm para mim.

Ah! O concerto? Indescritível e inesquecível. Estive a 20 metros do Bono :)) Yupi!


Continua...

13 comentários:

Kristianna disse...

Vou seguir o conselho do teu filhote...Pensar (muitoooooooooooo) no que se quer!!

Que grande dia tiveste!!!heheh
beijocas

abspinola disse...

Tanto ambicionaste por esse dia que se tornou realidade.
Quando se quer algo vamos até ao fim.
Parabens ao marido que foi ***** estrelas.

Belo dia.

Bjs

100% Mamã disse...

Bem até fiquei sem fôlego enquanto contavas esta aventura!!
Mesmo emocionante e imagino que inesquecível!
;)

Mafalda S. disse...

Bem que história fantástica. E tens um maridinho espectacular, não hajam dúvidas.

Uma das minhas melhores amigas também esteve nesse concerto. Quem me dera... Para ser franca, desde que a Letícia nasceu nunca mais fui a concertos.

Beijinho

Dadinha disse...

Ana, adorei a tua história.
É prova de que as melhores e as inesqueciveis histórias de amor vivem-se na vida real e não nos filmes.
Obrigada pela partilha.
Bjs

Te disse...

Mas que grande aventura, no fim conseguis-te o que querias e ainda bem.

Beijinho.

P.S. Tens uns olhos tão lindos. ;-)

Susana disse...

:) que bom isto é mais uma prova que quando se quer muito uma coisa ela acaba por acontecer :) queremos continuação :) beijinhos

estrela disse...

isso é que é ser fã!!
grande aventura!
tens aí uma bela historia para relatares aos pequenos!
ainda bem que conseguiste!
bjs gostei!

Formiguinha disse...

Olá Ana!

Mas que sorte a tua! Eu também adoro os U2 e infelizmente nunca fui assistir a nenhum concerto mas na próxima vez que vierem cá vou pedir tanto que pode ser que tenha sorte:)

És uma felizarda!

Bom feriado!
Beijinhos da Formiguinha

Fernanda disse...

Que emocionante o teu relato, Ana!

Os milagres acontecem!

Beijinhos

Ana (A mamã é só minha) disse...

Obrigada a todas!
Sou uma sortuda sim, mas também acreditei que ia estar lá, até ao momento em que cheguei a Coimbra e vi toda a gente de bilhete na mão, e ouvia a banda a fazer som e percebi que não tinha hipóteses. A partir daí, foi o meu marido que começou a acreditar, pois está sempre pronto para me agradar. E por incrível que pareça, conseguiu.

Beijinhos

Naná disse...

Que máximo, que aventura e que sorte!!
Sabes, eu ainda andei a ver se ia, mas era mesmo mesmo complicado e então desisti.
Mas ainda acalento a ideia de que os verei pelo menos uma vez na vida!
Aos U2 e aos Pearl Jam, que também estiveram cá no ano passado...

Baunilha disse...

adorei sta história, até fiquei comovida... vê só a força e o poder do pensamento! muito bom mesmo! :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...