sábado, 30 de abril de 2011

Festas de aniversário na Escola

Actualmente, é muito comum, as crianças levarem um bolo para a escola, no dia do seu aniversário, para comemorar com os colegas e professores. Até aqui, acho que está muito bem.

No entanto, nos últimos anos, houve evolução, na minha opinião para pior. Para além do bolo, levam também sumos, copos de plástico e uma lembrança. 99,9% das ditas lembranças, são saquinhos com balões, gomas, chocolates, rebuçados e c.ª, para cada um dos seus colegas.
Tinha que falar deste assunto, pois não consigo concordar e, passo a explicar porquê:

Factor saúde: Parece um saquinho inofensivo, mas se tivermos em conta que há jardins com duas salas com 25 crianças cada, e que cada uma das crianças que festeja o seu aniversário, no período lectivo, cerca de 90%, levar o dito saquinho, imaginem quantas vezes por ano as crianças comem essas guloseimas? Sem esquecer o bolo, os sumos, as guloseimas que os pais, tios e avós lhes dão, mais as festas de aniversário de amigos e familiares, Páscoa, Natal, etc... Ainda acham pouco? Conheço casos de crianças que devoram chicletes e rebuçados todos os dias, várias vezes, e que têm os dentes num estado miserável. Tenho pena dessas crianças, pois amá-las e educá-las não passa por satisfazer-lhes todas as vontades, nem compensá-las com doces se se portarem bem, mas sim cuidar bem delas e protegê-las.


Factor económico: Nem todos os pais têm disponibilidade financeira para comprar as guloseimas e fazer os ditos sacos, como os que o filho trouxe para casa  dos respectivos colegas. Muitos sentem-se obrigados, e fazem-no com grande dificuldade.

3º Factor ambiental: Faça esta experiência, pode ser um exercício mental, guarde todos os invólucros que o seu filho traz para casa durante o ano lectivo e depois multiplique pelo número de crianças da escola do seu filho. É muito lixo, não é? Mas provavelmente, não contabilizou os copos de plástico e as embalagens dos sumos. É completamente desnecessário levar copos de plástico descartáveis. Além disso, são copos muito leves que as crianças mais pequenas têm tendência para verter e rebentar facilmente. Se na escola do seu filho fornecem almoço, têm que haver lá copos. Se tiver dúvidas, informe-se com a professora do seu filho.

Se realmente tem disponibilidade financeira, e vontade de oferecer uma lembrança, marque a diferença. Ofereça um presente à escola. O seu filho, os colegas, professores e o ambiente agradecem. Nem todas as escolas têm Associação de pais, e a verba do Ministério da Educação é insuficiente para comprar material, livros e brinquedos.

Para não alongar muito este Post, farei outro com sugestões de ofertas.

2 comentários:

Aline disse...

É verdade. Concordo com tudo. Mas por outro lado (quando falo no fator económico), há crianças que só têm oportunidade de ter essa festa para o aniversário, por isso, talvez invistam nessa festa pois em casa ou noutro espaço não o farão. O pacote das gomas é dispensável. Em relação ao meu filho, ele só come essas gomas (o outras) em dias de festa. Quanto ao bolo na escola, basta a escola ou educadora dizer aos pais no início do ano, para apenas levarem bolos caseiros.
beijinhos

Ana disse...

Obrigada, Aline, pela tua opinião.

De facto é verdade o que disseste, é bem provável que certas famílias invistam na festa por se tratar da única. Porém, o que mais me preocupa é precisamente os saquinos de doces, o meu filho trouxe, em média 40 saquinhos desses por cada ano que esteve no jardim-de-infância, é muita coisa.
No meu tempo, só havia bolo e tinha uma importância que não tem nos dias de hoje, porque era raro comer bolo. Dávamos muito mais valor e ficávamos mais felizes. Hoje, a maioria das crianças come tudo de uma vez, nem saboreia, aliás, a maioria das crianças come guloseimas dessas todos os dias, por isso não dá valor. Depois, é mais uma tradição importada.

Beijinhos e bem-vinda!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...